top of page
Buscar
  • Anna

UM QUARTO COM DECORAÇÃO BOHO E CARA DE PRAIA

Boho, Bohemian, Boho-chic.

Você já deve ter ouvido algum desses termos por aí. O estilo Boho de decoração tem a ver com os ciganos, os hippies. Ambientes com essa pegada são coloridos, alegres, com misturas de cores, texturas e estampas. Transmite alegria, relaxamento, identificação com o sol, com a natureza, leveza.

Sendo assim, é um estilo decorativo que tem tudo a ver com praia, com casas, apartamentos e pousadas localizados no litoral. Esse é o caso desse quarto que trago aqui hoje, que, não por acaso, é meu próprio quarto, localizado em Santos, litoral de São Paulo.


Quando eu decidi repaginar meu quarto, queria um espaço onde eu pudesse relaxar e que transmitisse a alegria da praia e a suavidade da brisa do mar. Escolhi uma cor clara e suave para compor com o branco das paredes. A cor fica entre o cinza, o azul claro e o lilás.

Quem mora em áreas de clima quente, deve se atentar ao tom das cores na hora de pintar a casa. Nosso cérebro associa cores a sensações, interferindo no nosso conforto, mesmo que a temperatura continue a mesma. Se é o seu caso, prefira cores que transmitam frescor. Tons de azul, além de serem cores mais frias, também remetem ao mar, sendo uma escolha perfeita.


Para quem gosta de cores mais fortes, tons cítricos como verde-limão também vão bem. Outras opções mais suaves, são os tons pastéis, que lembram um pôr do sol de primavera, e o bom e velho branco.

Aqui, eu trouxe a delicadeza e elegância do branco para a cabeceira. Optei pela fibra sintética, pela sua praticidade – um paninho úmido e pronto! Regiões litorâneas são muito úmidas, então precisamos pensar em opções práticas, resistentes e fáceis de limpar.

Essa cabeceira foi confeccionada artesanalmente, sob medida. Ficou perfeita!

Eu buscava um ambiente suave e fresco, mas também queria uma decoração alegre e colorida. A escolha da colcha coloridíssima foi super acertada. Confesso que fiquei um pouco insegura na hora de comprar – sim, arquitetos também ficam com medo de errar – mas, quem não arrisca, não petisca e deu super certo. Eu amei.

Para as almofadas, cores que já existiam na colcha.

Como já tinha bastante informação no ambiente, como a trama da cabeceira, a mesinha de cabeceira em junco, as paredes bicolores e o tapete estampado, decidi camuflar o armário que eu já tinha para suavizar o conjunto. Pintei-o exatamente na mesma cor da parede.


Esse tipo de decoração tem tudo a ver com natureza, então vale incluir uma plantinha. Móveis e acessórios em vime, junco, palha e madeira, também combinam perfeitamente.

Espero que tenha gostado do meu cantinho e que tenha te inspirado a perder o medo de cores e da mistura de texturas. Pode ser que você tenha que ir testando mesmo para saber até onde ir. Começar com almofadas é uma ótima opção, mas isso é assunto para outro post.


Por fim, te convido para se cadastrar nesse site para saber quando tem post novo por aqui e me seguir no Instagram @annabodra. Tenho também um canal no YouTube “Anna Bodra”, que iniciei recentemente, mas já tem vários vídeos, além de conteúdos novos semanalmente, sempre sobre arquitetura e decoração.


Até o próximo post!

bottom of page